Curso oferecido pela Ejud-MS, em parceria com a Enfam, atrai magistrados(as) de várias partes do Brasil

A Escola Judicial do Estado de Mato Grosso do Sul (Ejud-MS), por intermédio do Diretor-Geral, Des. Dorival Renato Pavan, registra o início do curso credenciado no formato EAD "Sistema de Justiça e Direito da Antidiscriminação", compartilhado da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).
 
A ação educacional abrange 4 módulos, onde serão tratados os seguintes temas: Igualdade e Antidiscriminação; Gênero, Sexo e Sexualidade; Questões Raciais e Discriminação e Populações Tradicionais.
 
É cediço que os deveres de não-discriminação e o respeito aos indivíduos em variadas perspectivas que constroem as suas identidades, a exemplo de seu gênero, orientação sexual, origem de classe, raça, etnia, língua, religião e nacionalidade, são de observância inafastável, motivo pelo qual a Ejud-MS destaca a importância da realização da presente ação formativa para atualização e aperfeiçoamento.
 
As vagas remanescentes foram ofertadas em âmbito nacional e a Ejud-MS teve a grata satisfação de contar com a inscrição de 10 (dez) magistrados Estaduais e Federais dos Estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, e Rio Grande do Sul, inclusive de uma Desembargadora.
 
A tutoria da ação formativa será exercida por magistrados(as) com notório conhecimento na temática: Desembargador Federal Roger Raupp Rios, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4); Juiz de Direito Edinaldo César Santos Junior, do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE); e pelas Juízas Federais Clara da Mota Santos Pimenta Alves e Célia Regina Ody Bernardes, ambas do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Os(as) tutores(as) são Formadores(as)/ Tutores(as) habilitados(as) pela Enfam e conteudistas do curso "Sistema de Justiça e Direito da Antidiscriminação".