Juiz Luiz Antonio Cavassa é promovido a desembargador do TJMS

19/01/2022 17:03

O juiz de Direito substituto em 2º grau Luiz Antonio Cavassa de Almeida é o novo desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Sua promoção foi votada nesta quarta-feira, 19 de janeiro, pelo Tribunal Pleno. Os juízes Fernando Paes de Campos e Alexandre Branco Pucci compuseram a lista tríplice com o magistrado promovido.
 
Apesar de atuar junto à 4ª Câmara Cível e 4ª Seção Cível, o magistrado afirma que não tem preferência pela área cível ou pela criminal e acredita que permanecerá na composição dos colegiados onde auxilia. Atuando em 2º grau há algum tempo, Cavassa conhece bem as atribuições de um desembargador.

“Atuando há três anos em segundo grau, aprendi que o convencimento e entendimento acerca de qualquer caso julgado é importante, mas nem sempre prevalecerá, eis que no colegiado a maioria sempre tem razão, pois é muito mais difícil convencer dois ou mais do que somente um julgador. Daí a grandeza e sabedoria do julgamento coletivo”, disse.

Questionado sobre o que se pode esperar do Des. Luiz Antonio Cavassa, ele garantiu que a resposta é muito trabalho e dedicação nessa nova etapa da carreira. “Agradeço primeiramente a Deus, por me proporcionar muito mais do que mereço, e à minha família que sempre me apoiou e me incentivou. Agradeço às pessoas com quem tive o prazer de trabalhar e conviver durante esses anos, com as quais muito aprendi e, por fim, agradeço ao Tribunal Pleno pela confiança em mim depositada, me alçando ao cargo de desembargador”.

A promoção ao mais alto cargo da Corte de justiça, depois de figurar por duas vezes na lista tríplice e ter mais de duas décadas de carreira, não é surpresa para Cavassa, mas será que quando ingressou na magistratura ele esperava atingir tão alto posto? “Em qualquer carreira, sempre se almeja alcançar o mais alto posto. Na magistratura não é diferente, portanto, esperava sim chegar ao Tribunal de Justiça”, garantiu.
 
Mesmo ciente da ascensão profissional, o magistrado confessou que o sentimento que o acomete nesse momento é de felicidade, realização e satisfação, na certeza do dever cumprido nos mais de 25 anos dedicados à magistratura.

Perguntado se teria um conselho ou orientação aos 13 novos juízes substitutos que iniciaram na judicatura de MS há poucos dias, o novo desembargador ressaltou não ter conselho a dar, porque cada um tem uma forma de ser, de pensar e de agir. “Mas sempre lembro aos mais imediatistas que a magistratura não é um emprego e sim um sacerdócio”, concluiu.

Conheça – Luiz Antonio Cavassa de Almeida é natural de Corumbá e ingressou na magistratura em dezembro de 1996, na 1ª circunscrição. Em novembro de 1998 foi promovido para a comarca de Eldorado e, no mês seguinte, uma nova promoção o levou para Costa Rica. Por remoção, em setembro de 1999 passou a atuar na 2ª Vara de Miranda.

Foi diretor do Foro nas comarcas por onde passou e, em abril de 2002, foi promovido a juiz auxiliar da Capital. No biênio 2005/2006 foi juiz auxiliar da Presidência do TJMS. Em outubro de 2007 assumiu a 4ª Vara de Família. Foi diretor do Foro de Campo Grande. Em julho de 2014 foi removido para a 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos e, em outubro do mesmo ano, foi designado para ser juiz auxiliar da Presidência do TJMS permanecendo até janeiro de 2019, quando passou a atuar como juiz de Direito substituto em 2º grau.

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação - imprensa@tjms.jus.br